terça-feira, 29 de setembro de 2015

Saiba mais sobre a Hérnia de Disco

Já fizemos muitos posts sobre Hérnia de disco:
Cirurgia de Hérnia de Disco
Hérnia de Disco
Microcirurgia para Hérnia de Disco

E algumas outras que vocês podem encontrar na busca do blog.

Mas como a Hérnia de Disco é a doença mais comum da Coluna Vertebral, nunca é demais aprendermos sempre.

Aqui um bom artigo da Fisioterapeuta Miriam Bastos sobre o assunto:

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Postura no Computador




Hoje em dia uma porcentagem grande de pessoas dependem do computador… o problema é que eles são mesmo os vilões da postura no trabalho, e quem muito sofre com isso é a nossa coluna vertebral!
E mais ainda: os atuais notebooks, smartphones e ipads aumentam ainda mais esse risco já que podem ser utilizados em qualquer lugar como no sofá, na cama, no carro, nos passeios…
Por isso o cuidado deve ser triplicado, ou as consequências podem ser graves e dolorosas. Além da coluna vertebral(cervical e lombar), podem trazer problemas nas mãos, punhos, ombros, braços, pernas.

Então, nunca é demais fazer o que os médicos e fisioterapeutas recomendam:
  • para os computadores portáteis, utilizar no colo à uma altura confortável e que incline o mínimo possível o pescoço;
  • alinhar os dedos com os punhos no teclado;
  • quando for utilizar os portáteis por longo tempo… usá-lo em uma mesa e fazer uso de um mouse e/ou teclado;
  • monitor a 70/80 cm dos olhos;
  • braços devem formar um ângulo de 90º;
  • pernas semiflexionadas e pés apoiados no chão;
  • costas apoiadas seguindo as curvaturas naturais da coluna, se precisar utilizar almofadas;

E… além da observação da postura, valem muito os intervalos e os alongamentos e/ou ginástica laboral:

Outro post que fizemos exclusivamente sobre a postura no computador: Ergonomia no Computador

Fonte: http://doresnacoluna.chakalat.net



quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Salto Alto é ruim pra Coluna (relembrando...)

salto_alto_adolescente
O salto alto é conhecido como item de elegância pra mulher, mas as consequências podem ser irreparáveis.


O uso se reflete na pisada, no joelho, na tíbia, no quadril e claro, na coluna vertebral. Estudos afirmam ainda que o uso contínuo faz com que os músculos da panturrilha se encolham e se atrofiem, por isso quem usa sempre, sente dores ao usar sapato baixo.

Não interessa se é plataforma, agulha ou anabela, se tiver mais de 3 cm já começa a causar problemas físicos, e claro, quanto mais cedo começar a usar, mais cedo começam os efeitos colaterais.

O ideal é 2 a 3 cm acima do piso (por isso as rasteiras também são contra-indicadas pois causam muito impacto), e deixar os saltos mais altos para eventos esporádicos, e ainda sempre alongar a batata da perna, aquele alongamento feito com corda ou fita, deitada de costas e esticando a perna pra cima com essa ajuda.

Os saltos altos não dão estabilidade porque mudam o centro de gravidade pra frente, e ainda são grandes causadores dos entorses, além da fascite plantar, e os primeiros sintomas são dores no calcanhar, nas pernas e na coluna lombar.

Pra melhorar ainda mais o conforto e a saúde da coluna e geral, além de descer do salto, pode-se fazer um relaxamento com bolinhas de gude… rolando o pé…, ou o famoso escalda-pés e massagens.

Algumas dicas para escolher o calçado ideal:
  • deve-se deixar um dedinho de folga entre o último dedo e a ponta do calçado;
  • experimentar no final do dia, pois o pé incha ao longo do dia;
  • experimentar sempre os 2 pés;
  • andar com os 2 pés simulando sua caminhada normal;
  • se o bico for fino, não deve apertar os dedos;
  • solado o mais flexível possível;
  • solado sempre anti-derrapante;
  • nem largo, nem apertado: confortável;
  • não ser de material duro;
  • e… claro, preste atenção na altura do salto: não mais de 3 cm e não rasteirinha!
Tanto saltos muito altos, ou calçados sem salto nenhum (as rasteirinhas) podem ser prejudiciais à coluna vertebral, mas claro, não precisa ser tão radical, dá pra ter os 2 tipos mesmo assim, sómente cautela no uso... dá pra seguir a dica de levar sempre um mais confortável no carro, ou pra ir pro trabalho... pra viajar, e levar outro de salto ou rasteirinha e trocar no tempo ideal.


Distribuição do peso nos pés conforme a altura do salto:





segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Salto alto x Coluna Vertebral


Já fiz outro post falando sobre o uso de saldo e a nossa coluna vertebral: Salto alto é ruim pra coluna, onde vocês podem ver mais sobre esse assunto.

Mas nesse link aqui vocês podem ver mais algumas dicas de como usar o salto alto sem prejudicar a coluna, dicas dadas pelo fisioterapeuta Dr. Helder Montenegro, especialista em Coluna Vertebral:

Dicas

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Principais patologias da Coluna Vertebral



Você sabe quais são as principais patologias da nossa Coluna Vertebral? Aqui uma relação delas para nosso conhecimento:

1. Deformidades estruturais e alterações posturais da coluna vertebral
• Escoliose (idiopática, congênita, neuromuscular)
• Aumento da cifose normal (fisiológica)
• Aumento da lordose normal (fisiológica)
2. Alterações degenerativas (artrose)
• Degeneração discal (artrose do disco intervertebral / osteófitos)
• Degeneração facetaria (artrose das facetas articulares)
• Estenose do canal vertebral
• Espondilolistese / espondilólise
3. Hérnia de disco / Protusão discal
• Cervical (cervicobraquialgia)
• Dorsal (dor na coluna torácica ou dorsal)
• Lombar (lombociatalgia)
4. Fraturas da coluna
• Fraturas por traumatismos
• Fraturas por osteoporose
5. Tumores da coluna
• Tumores primários (origem na coluna vertebral)
• Tumores metastáticos

terça-feira, 1 de setembro de 2015

9 Mitos e Verdades sobre a Coluna Vertebral

De acordo com o fisioterapeuta Giuliano Martins, aqui você pode encontrar 9 mitos e verdades sobre a nossa Coluna Vertebral:

O estresse pode causar dor nas costas? Por quê? 
Sim, pode e afeta geralmente a região dos ombros e trapézio que é o músculo mais tensionado nos casos de estresse, preocupações, etc. 

Dores na coluna sempre indicam uma doença grave? Por quê? 
Não digo grave, mas é sempre importante investigar e tratar o quanto antes, pois quanto mais tarde, mais difícil será o tratamento e muitas vezes, a lesão pode se tornar irreversível. 

Dormir em colchões duros ou moles demais, ou no chão, pode prejudicar a coluna? Por quê? 
Sim. No colchão mole demais a pessoa acaba má posicionada gerando sobrecarga em alguns pontos da coluna e muitas vezes, acorda com a sensação de que "tivesse apanhado" durante a noite devido ao corpo dolorido. Já no chão a pessoa não tem um bom posicionamento e acaba se virando muito por não estar em uma situação confortável, o que prejudica muito a qualidade do sono e pode ocasionar dores devido à pressão feita pelo corpo (pontos como ombro e quadril principalmente) contra o chão. Já o colchão mais duro é uma questão de gosto. Eu prefiro e indico sempre de mola ensacada ou espuma com uma densidade própria para o corpo da pessoa. 

O repouso prolongado pode aumentar as dores na coluna? Por quê? 
Sim, se estiver mal posicionada. Aliás, não precisa nem ser repouso prolongado, alguns minutos apenas em uma posição inadequada pode gerar tensão, dores e consequentemente, lesão. 

O sobrepeso é um dos principais causadores de dor na coluna? Por quê? 
Sim, como o sedentarismo, a má postura e os fatores hereditários. No caso do sobrepeso, as dores e a lesão são atribuídas a sobrecarga gerada na coluna. O excesso de peso, principalmente na região abdominal, ocorre um aumento na lordose lombar e consequentemente, temos a sobrecarga e dor. 

Cruzar as pernas pode prejudicar a coluna? Por quê? 
Sim, se você tiver o hábito de permanecer por muito tempo nesta posição. Com as pernas cruzadas o quadril fica mal apoiado no assento e a coluna se curva para fazer uma compensação, o que pode ocasionar dores com o passar dos anos. 

Excesso de exercício físico também pode lesionar e provocar dores na coluna? Por quê? 
Sim, acontece o que chamamos de overtraining, ou seja, você sobrecarrega as estruturas musculares e articulares, gerando lesão e dor. 

Estalar o pescoço com o movimento da cabeça faz mal à coluna? Por quê? 
Sim, deve-se evitar este hábito, pois apesar deste estalo gerar alivio, você pode realizar um movimento de forma inadequada e gerar uma lesão. Se este estalo fosse benéfico você estalaria apenas uma vez e resolveria este problema, porém não é isso que acontece. Logo após o alivio, a necessidade de estalar novamente o pescoço retorna. Busque sempre um fisioterapeuta especialista em manipulação para poder solucionar o problema. 

Praticar natação ajuda a corrigir escoliose? Por quê? 
Sim, pois é uma atividade que exercita muito os músculos da coluna e abdômen, além de braços e pernas.

Fonte: Bonde

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails