segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Lombalgia

4838497721_4c2057a3de_m

A lombalgia, pode também ser mais conhecida popularmente como aquela famosa dor nas costas. É na verdade a dor que sentimos na altura da coluna lombar, logo acima das nádegas, podendo se espalhar para os membros inferiores.

Segundo pesquisas da OMS (Organização Mundial da Saúde), fica em segundo lugar nas queixas de dores, perdendo apenas para a cefaléia, e afeta 80% da população, pelo menos uma vez na vida, sendo mais popular após os 50 anos de idade.

Mas… como a lombalgia é apenas um sintoma, como sempre um médico deve ser consultado para a pesquisa das inúmeras causas dessa dor, que podem ser desde o sedentarismo e má postura, até uma hérnia de disco, tumor,  ou outra doença da coluna vertebral.

Se não tiver causas mais graves, a dor deve sumir de 4 a 6 semanas, o que acontece em 90% dos casos, caso contrário deve ser investigada minunciosamente por um bom profissional.

Os tratamentos que podem ser feitos também como prevenção, são:
 - exercícios orientados, diminuição do peso, alongamentos, cuidados com a postura e evitar o sedentarismo.
 - para uma dor maior são usados medicamentos analgésicos e antiinflamatórios, fisioterapia ou acupuntura, podendo em alguns casos chegar até à cirurgia.


2 comentários:

  1. olá Mara, gostaria apenas de uma correção quando você menciona que o tratamento em caso de uma dor maior é o uso de analgésicos. Eles atuam no alivio da dor, ou seja, NO SINTOMA enão na CAUSA. A melhora só ocorre se houver a correção do problema, quase sempre causado pela pressão da vértebra sob o nervo. Isso nenhum analgésico faz. A aculputura assim como a quiropraxia sim, são alternativas de tratamento. Ainda não muito explorada a quiropraxia tem o papel de ajustar todo o sistema neuromusculoesqueletico. Colocando o corpo novamente em seu lugar, o próprio organismo ativa o sistema chamado de inteligência inata que promoverá por si só a regeneração sem a necessidade de qualquer medicamento. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. Olá Elias,
    Que bom ter aqui sua opinião, e tens toda razão de que os medicamentos analgésicos atuam somente no sintoma e não na causa, mas infelizmente às vezes são necessários, como no meu caso, fui a um quiropraxista antes da cirurgia, quando meu nervo estava sendo pressionado e ele ao ver meus exames de RX e RNM disse que no caso não podia mexer... Mas ainda quero voltar agora pra ver na atual situação o que ele pode fazer, quem sabe pelo menos consigo diminuir o uso diário dos analgésicos, e a acupuntura também já usei em outros casos e é muito bom mesmo, pena que tenho muito medo das agulhinhas. abraços!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails