quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Como viajar agora?


Viajar é uma das coisas que mais gosto de fazer, mas e agora, com tantas dores, com as limitações, como nos adaptamos?

E qual a melhor forma? carro, ônibus, avião?

É óbvio que avião é a melhor opção, mas financeiramente falando, na atual situação, afastada do trabalho, não dá.

E de ônibus? essa opção agora é impossível, não consigo mais andar nem de ônibus urbano, aquele balanço não dá nem pra lembrar o quanto dói minha cervical, se ficar sentada, os balanços são terríveis, se ficar em pé, não dá pra ficar segurando… impossível!

Então sobrou o carro… mas com algumas adaptações, é claro.

Tivemos que fazer algumas mudanças de hábitos, comprar alguns acessórios, e infelizmente, diminuir esse tipo de passeio, e outra coisa bem complicada é conseguir “unir” ao mesmo tempo a possibilidade de tempo, condição financeira, e período em que as dores estejam menos críticas, conseguir juntar tudo isso, é o mais difícil.

Uma mudança drástica que fizemos foi quanto à paradas: há alguns anos atrás, antes das dores e da minha cirurgia na coluna cervical, gostávamos de levar muita comida e bebida, pra não parar muito, e adorávamos ir beliscando, e conversando. Agora é o contrário, não levamos nada, que é pra ir parando muito pra alongar, exercitar, diminuir as dores.

Outras coisas que aprendemos : levar travesseiro de rolo, ir sempre com roupa e calçado bem confortáveis, usar palmilha, nunca esquecer todos os tipos de remédio, alongamento até mesmo sentada dentro do carro, dormir e descansar bem antes e depois.

E outra coisa que já acostumamos foi usar SEMPRE o colete cervical, meu médico deu a dica, primeiramente para que no caso de qualquer acidente, ou freada mais brusca, como minha cervical é mais frágil pelos diversos problemas, fusões e parafusos, assim ficaria melhor protegida, e aos poucos vi também que diminui o movimento do pescoço e assim também tenho menos dores. É bem desconfortável e muito quente, mas mais seguro.

Bem… infelizmente não é igual antes, mas ainda dá pra aproveitar de vez em quando.




Um comentário:

  1. Gostei muinto das informações adquiridas pois, tenho apenas 19 dias de cirugia de hernia de disco na cervical e estava sem noção do tempo de uso desse colete. porém com sues esclarecimentos
    percebi a importancia do mesmo.
    Parabens pelo seu blog.
    Eliana abud

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails