quarta-feira, 10 de março de 2010

Fisioterapia

Olha euzinha aí:



A fisioterapia é minha companheira há 8 anos, em média 3 vezes por semana, já conheço quase todas as clínicas da cidade, pelo menos as que aceitam meu plano de saúde! E claro também todos os “aparelhinhos”: os famosos choquinhos, as luzinhas, o ultrassom, os gelos quente e frio, massagens, alongamentos... Mas é preciso muita paciência, é muito bom, só que os resultados são demorados e acabar mesmo com a dor... nunca consegui, mas que diminui, diminui mesmo! Também pela localização do meu problema, o relaxamento da musculatura dos ombros através dos aparelhos ajuda a diminuir muito a dor na cervical. E agora os aparelhos também estão me ajudando na dor lombar. É tudo em cascata: a dor na cervical faz contrair a musculatura dos ombros, e esta musculatura tensa aumenta ainda mais a dor cervical, que evolui pra dor-de-cabeça, que faz contrair a musculatura... é uma bola de neve! Aí os fisioterapeutas e o meu médico não se cansam de falar: “tem que relaxar”... mas como? com dor 24 horas por dia e sem poder trabalhar justo agora que as despesas médicas são grandes? quem é que consegue? E as perdas profissionais e de qualidade de vida? Eu bem que tento mas é impossível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails