quarta-feira, 10 de março de 2010

As consequências...

Bom... a realidade é que nem sempre faz sol no dia seguinte, e assim vieram também outras consequências dos anos de luta:
Além das dores diárias na cervical e que também evoluem para dor-de-cabeça:
- Primeiro a fibromialgia em 2008...
- Outro diagnóstico que nunca havia ouvido falar: Síndrome Miofascial;
- Depois as dores lombares chegaram devagarinho e sempre, e até hoje ... claro os problemas na coluna, como a diminuição dos espaços dos discos, a grande “desordem” da coluna cervical, logo mostrariam as consequências na coluna lombar, e assim, novos exames, novas fisioterapias e ... mais remédios. Agora dores pra caminhar, e a atividade física que já era bem restrita, fica ainda mais...
- Muitos remédios... o que vem depois? Claro, a gastrite veio com força no início de 2009 e aí mais medicação!!!
-  E na metade 2009 levei um grande susto quando tive que fazer uma cirurgia (junho/2009) para retirada de um tumor do intestino... as causas???
- E por último (assim espero!) a labirintite, que também foi diagnosticada como sequela do problema cervical, e que junto vem o enjôo e cansaço físico.

4 comentários:

  1. Olá moça estou aos poucos lendo seu blog. Ri logo que comecei pq a historia tá muito parecida. surgiu perguntas : quais são as limitações depois da cirurgia? vc se aposentou? Hj faço um mês que operei.....bju

    ResponderExcluir
  2. Olha, eu tive limitações no movimento do pescoço, e assim muitas coisas por isso, muita dor se faço alguma coisa... não dá pra fazer qualquer exercício... Hoje me encontro em auxilio-doença. Boa recuperação pra você.

    ResponderExcluir
  3. meados do mes de abril tive a infelicidade de me acidentar de carro, tive alguns traumas como espaço discal c5-c6 levemente ampliado e rompimentos de ligamentos longitudinais anterior no local, aumento de liquido das articulações facetárias de c5-c6 e c6-c7, e tive que passar por uma cirurgia e nela foram feitos algum procedimentos, onde retirei um pedacinho de osso da borda ilíaca para por entre a c5-c6 para fins de fixar uma na outra, e com uma placa e 4 parafusos, para não mais mover estas vertebras, mas para minha felicidade, tive a medula intacta, estou com movimentos dos membros superiores e inferiores com 100% de mobilidade, a menos o pescoço, onde tenho algumas restrições, mas faz parte do acontecido, hoje faço fisioterapia para melhorar a movimentação, estou com restrições de peso a ser levantado e afastado de minha maior e melhor atividade física que é o ciclismo, recuperação é lenta, mas sou jovem e isso ajuda na recuperação, não vejo a hora de voltar a minhas atividades laborativas, quero é fazer o meu melhor sempre, e apartir de agora respeitando minhas restrições, porque só quem pode me cuidar sou eu mesmo.

    na vida, tudo passa, tu é superado, tudo tem um jeito, única coisa que não tem jeito é a morte, então aqui fica minha mensagem pra vocês: aproveitem seus amigos, seus familiares, as pessoas que você ama, de valor ao que você tem, considere sua vida! Depois que você morrer, não tera outra oportunidade!
    att juliano cassol

    ResponderExcluir
  4. Olá Juliano. Obrigada pela visita e comentário. E concordo também com seu comentário, temos que aproveitar agora, as limitações e problemas superamos e aprendemos a coniver, a vida é muito linda e importante. Boa sorte e boa saúde pra você. abraços. Mara

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails